Blog

Por que a Gestão Energética pode mudar seus ganhos no Mercado Livre?

Para aproveitar os benefícios do Mercado Livre de Energia (MLE), basta que sua empresa seja representada por uma empresa que compreenda os melhores momentos para a compra/venda de energia, certo? Na verdade, o processo é um tanto mais complexo. Confira 3 mitos sobre MLE.

Neste mercado é importante considerar que cada empresa atuante na representação do ACL segue um determinado escopo de negócio, o que significa que algumas atuantes no mercado oferecem apenas uma linha de atuação, enquanto lucra com a compra e venda de energia.

Dentre os desafios de quem atua neste mercado, está a garantia de uma previsibilidade sem a perda de oportunidades; tornar-se mais ativo e ciente de como aproveitar ao máximo dos recursos energéticos, garantir uma independência mínima na gestão dos recursos e negociar a energia sempre pelo melhor preço possível.

No entanto, muitas vezes o serviço de representação não consegue entregar uma solução para estes problemas, uma vez que podem estar focados apenas na compra e venda de energia, e ainda serem orientados a obter lucro com essa operação. É neste contexto que surge a solução com a Gestão Energética.

Gestão Energética: mais do que gerir, compreender

Tendo como principal objetivo a garantia do uso eficiente da energia elétrica – seja no ramo industrial, comercial ou predial, a Arion traz ao mercado um serviço que combina, na gestão elétrica: gerenciamento eficiente, uma representação assertiva e a tecnologia da telemetria.

A meta é reduzir custos para uma maior competitividade no mercado: eliminando desperdícios; otimizando a produção; possibilitando formas de geração própria incorporadas à eficiência energética e utilizando a inteligência de dados como aliada nas estratégias de gestão da energia.

Representação no ACL: Nosso trabalho envolve um detalhado estudo de viabilidade técnica e econômica, a escolha da melhor proposta de fornecimento de energia, a intermediação da aprovação de projetos junto aos órgãos responsáveis durante a migração, finalizando com a execução mensal das atividades exigidas pela regulação do setor, além do acompanhamento mensal dos resultados obtidos.

Assessoria Regulatória: Com profissionais especializados em áreas como o Direito de Energia, a frente de Assessoria Regulatória visa fornecer orientações relacionadas às operações que envolvem as Distribuidoras de Energia, sobretudo na etapa de migração. O objetivo é sempre agilizar eventuais problemas e desajustes ligados à atuação no Mercado Livre de Energia.

Eficiência Energética: A Eficiência Energética pode ser entendida como um conjunto de ações com objetivo de reduzir o consumo de energia sem alterar ou melhorando a produtividade. Dentre as ações, podemos considerar desde tarefas simples, como medidas de conscientização do uso de energia, até ações mais elaboradas, como reenquadramento tarifário e substituições de equipamentos.

Geração de Energia: O conceito de geração própria visa trazer ao cliente mais economia e, principalmente, independência. Com a geração própria é possível identificar novas oportunidades, como a mescla da compra de energia com a geração, oferecendo mais economia, dinamicidade e controle dos processos.

Dentre as possibilidades, existem alternativas de geração como: solar, eólica, carvão mineral, biomassa, entre outras. A Arion, orientada por conceitos da Eficiência Energética aplica um estudo que indica qual é a fonte de energia mais adequada para sua empresa/cliente, muitas vez, aproveitando partes do seu próprio processo produtivo.

Telemetria:  A Análise de informações de consumo pela coleta de dados de medição em tempo real permite a sua avaliação para posteriores decisões de otimização e uma consequente gestão eficiente dos recursos energéticos. Os dados são apresentados graficamente ou ainda, exportados para planilhas. Nelas, constam informações como: Demanda; Energia Ativa e Reativa; Tensão Elétrica; Corrente Elétrica.

Evolução constante

Por meio da metodologia PDCA, também chamada de Ciclo de Deming ou Ciclo de Shewhart, a Gestão Energética trabalha seguindo a rota de Planejar > Fazer > Checar >Agir, focando sempre nas necessidades específicas e personalizadas de cada cliente.

Assim, seguindo o ciclo PDCA e realizando o acompanhamento mensal dos indicadores definidos nas fases anteriores, é possível realizar ações corretivas de qualquer indicador que fugir da normalidade, tomando ações imediatas. Nesse fluxo, são definidos novos projetos de implantação e o processo do PDCA se inicia novamente.

Mais liberdade e economia

A criação do Mercado Livre de Energia, em 1995, tinha como objetivo estimular o desenvolvimento do setor energético. O plano era que a livre concorrência traria mais dinamicidade ao setor e ganhos que o tornaria bastante atrativos. O plano deu certo: de lá pra cá, o Ambiente de Contratação Livre (ACL) conta com mais de 7.000 agentes de todos os segmentos. Estes clientes são os maiores consumidores de energia do Brasil, respondendo atualmente por cerca de 30% do consumo mensal do país.

Um dos principais benefícios deste mercado é tornar a empresa cliente no controle para gerir os recursos energéticos da forma que considerar mais importante para a organização. No entanto, para cumprir os requisitos legais da atuação neste mercado, é preciso contar com determinados serviços, como a Representação. É aí que a atuação das empresas especializadas na gestão do ALC pode fazer toda a diferença.

Agora que você conferiu do que é capaz a Gestão Energética, quer entender mais sobre as possibilidades de geração solar para empresas? Confira nosso e-book e saiba o que sua organização precisa para economizar mais.

https://materiais.energiasolarion.com.br/ebook-energia-solar-empresas