Blog

Você sabe quanta energia elétrica é gasta numa partida de futebol?

estadio de futebol mineirao

As competições esportivas de futebol movimentam muitos setores do comércio no Brasil. No entanto, em meio à euforia das partidas, é difícil perceber todos os elementos que fazem o jogo acontecer. Assim, energia elétrica é um desses fatores indispensáveis.

Isso porque, mais do que a iluminação da partida em si, é a energia elétrica do estádio que permite a preparação dos jogadores no vestiário e no campo, e que dá toda a estrutura para a equipe do estádio atender os torcedores.

No entanto, toda essa estrutura custa caro. De acordo com a concessionária Light, que atua no fornecimento de energia dos principais estádios do Rio de Janeiro, no ano passado, os valores de dois meses de consumo de energia do Maracanã somaram R$ 1,8 milhão.

Refletores: os grandes vilões dos estádios

Para muitas empresas que administram os estádios, o maior vilão dos gastos são os refletores. Isso porque, além de consumirem muita energia elétrica, nem sempre são instalados os equipamentos mais econômicos.

Nesse sentido, há um esforço para que os estádios façam a mudança de seus sistemas de iluminação para os modelos de LED, que consomem menos energia.

Dia de jogo do Brasil? Mais gasto de energia em casa

No Brasil, é o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) que monitora o gasto com energia elétrica nas residências.

De acordo com o último relatório divulgado pela organização, em dia de jogo do Brasil, é provável que poucos aparelhos além da TV estejam ligados.

Isso porque, em comparação com outros aparelhos, como geladeiras, máquinas de lavar e chuveiros elétricos, a televisão é mais econômica, isso faz com que o consumo total de energia caia durante os horários dos jogos.

Já durante o intervalo, o consumo aumenta significativamente. Uma das explicações é que, nestes momentos, as pessoas fazem uma pausa para ir ao banheiro ou pegar mais bebidas.

Abrir a porta da geladeira ou do freezer, por exemplo, faz com que a temperatura do interior da geladeira suba, obrigando o motor da geladeira a ligar para resfriá-la novamente, o que consome mais energia elétrica.

Investimento em Energia Solar

Muitos torcedores não sabem, mas alguns estádios brasileiros possuem sistemas de geração de Energia Solar fotovoltaica.

Dessa forma, os espaços esportivos, além de contribuírem para um planeta mais limpo, economizam, em média, 30% com o gasto em energia elétrica. Alguns deles são: Arena Mineirão (MG), Arena Fonte Nova (BA), Arena Pituaçu (BA), Arena Pernambuco (PE).

Quer conhecer outras vantagens da Energia Solar? Entre em contato com nossos consultores:

 

Leia mais: